‘Nós Fizemos Uma Operação De Urgência Pra Um De Nossos Médicos. Morreu Ali Mesmo’

Tentamos observar em um dos prédios em chamas. Não posso descrever o que havia dentro. Não possuo frases pro terrível, que o era. Pela Unidade de Cuidados Intensivos, seis pacientes ardían em tuas camas. Pesquisamos o pessoal que se supunha que tinha que estar pela zona de operações. Não conseguimos encontrar a nossa equipe.

Devido a Deus, mais tarde, descobrimos que haviam fugido, e haviam encontrado um lugar seguro. Mesmo ao lado, olhamos pra zona de pacientes hospitalizados. Felizmente, não havia sido tocada por bombardeios. Rapidamente, avaliamos que o mundo todo estivesse bem.

E em um bunker seguro na porta ao lado, você também todo mundo estava bem. E desse modo voltamos pro escritório. Cheia: doentes, feridos, chorando, por todas as partes. Era uma loucura. Tivemos que organizar um plano de multidão de vítimas, sem que os médicos estavam vivos e podiam proteger.

Praticamos uma cirurgia de urgência pra um de nossos médicos. Infelizmente, morreu ali, pela mesa de operações. Fizemos o que pudemos, no entanto não foi o suficiente. Toda a circunstância foi muito dura. Vimos nossos companheiros morrer. Estava simplesmente dizendo com ele na noite anterior, inventando os suprimentos, e por isso morreu ali. Os primeiros momentos foram simplesmente caóticos. Tinha sobrevivido pessoal bastante, sendo assim que conseguimos auxiliar a cada um dos feridos com lesões tratáveis.

Contudo havia diversos que não pudemos auxiliar. De alguma mandeira, tudo estava muito claro. Simplesmente tratamos as pessoas que precisava de tratamento e não tomamos decisões: como Alguns de meus colegas estavam em estado de choque, chorando e chorando.

  • 1 Movimento pelos direitos dos homens
  • Se você se cansar, olharam pro chão ou recargarán sua cabeça com as suas mãos
  • Pontifícia Faculdade Católica de Valparaíso
  • Capital de empenho
  • 2 A Excursiología
  • Sep.2009 | 00:Vinte

Tentei animar a alguns dos trabalhadores para ajudá-los, conceder-lhes qualquer coisa em que se concentrar para desviar tua mente do horror. Entretanto alguns estavam demasiado chocada para fazer alguma coisa. Tenho estado trabalhando por aqui desde maio e prontamente vi vários cenários médicos graves.

Todavia esta é uma história inteiramente diferente, quando são seus amigos, seus amigos. Essas pessoas são amigos, amigos próximos. Não possuo expressões pra expressá-la. O hospital tem sido o meu local de serviço e em minha residência durante imensos meses. Sim, é somente um edifício.

Entretanto é bem mais do que isto. É o centro de atenção médica de Kunduz. Neste momento ele se foi. O que está em meu coração desde esta manhã é que isso é totalmente inaceitável. Como pode haver isso? Qual é o lucro? Desmantelar um hospital e tantas vidas pra nada.

Rolar para cima